Recife artificial de pneus na Flórida

3/4/2018

Em 1972, foram jogados cerca de 2 milhões de pneus a uma milha de distância da costa, em Fort Lauderdale, na Flórida, região conhecida por prédios e condomínios de luxo.  Esse acontecimento na verdade foi um projeto pensado pra liberar aterros entupidos e ao mesmo tempo criar um recife artificial.  O que muitas pessoas não sabem é que alguns substratos duros colocados no mar podem atrair vida marinha, como as algas e os moluscos, por exemplo. E estas formas de vida atraem os pequenos peixes, que são presas de peixes ainda maiores, e assim por diante forma-se a cadeia alimentar. 

Mas o tiro saiu pela culatra: os pneus foram amarrados com nylon e aço para que ficassem juntos, criando uma espécie de recife. E não foi o que aconteceu. Muitos acabaram se soltando e foram parar na praia e outros atolaram em recifes naturais da região. Ou seja, uma ideia que deu muito errado. Principalmente pensando nas fortes correntes e constantes tempestades da região da Flórida... Aaaaaah! E lá na década de 70, quando o projeto começou, acreditava-se tanto no sucesso dele que até a fabricante Goodyear cedeu alguns pneus. De acordo com o The Guardian, 62 mil pneus foram retirados de lá. William Nuckols, coordenador da Coastal America, que agora lidera um grupo de limpeza formado por mergulhadores e cientistas, afirmou que os recifes com pneus se transformaram em uma máquina de matar corais pelo mundo, onde projetos semelhantes foram implementados.

Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.