Compostagem: empresas que fazem pra você

16/1/2018

Não é de hoje que a compostagem doméstica tá por aqui. Sabendo que  mais de 1 bilhão de toneladas de comida são jogadas no lixo por ano, no mundo todo, que a fome ainda é um problema para boa parte da população e que os aterros sanitários estão lotados, a ideia é aproveitar cada alimento ao máximo e repensar maneiras de fechar essa conta. Ainda assim, sobram aqueles resíduos orgânicos que vocês não sabem o que fazer e querem apenas que sumam da lixeira da cozinha rapidamente. Antes que cheguem moscas, formigas, mosquitos, etc. E aí entra a composteira! Não à toa a Prefeitura de SP, em 2014, criou o projeto "Composta São Paulo" e em parceria com a empresa de soluções ambientais Morada da Floresta, forneceu gratuitamente composteiras para 2 mil domicílios. O resultado não poderia ser diferente e após 4 meses quase 7 mil pessoas realizavam a reciclagem de seus lixos orgânicos. A capital maranhense também adotou a iniciativa e incentivou a população com o "São Luís Resíduo Orgânico Zero", relembre aqui. A Fe Cortez é adepta há um tempo e contou todo o processo no nono episódio do "Dicas da Fe Cortez", dá um play:    

 

Mas se você tá com medo de arriscar fazer por você mesmo, não tem problema! A gente te ajuda! Existem várias empresas maravilhosas que te ajudam nesse processo.  

No Rio, a mais famosa delas é a empresa Ciclo Orgânico que contribui e muito! O serviço deles é basicamente para localidades do Rio e funciona mais ou menos assim: você separa o lixo orgânico no "baldinho mágico" cedido por eles, semanalmente eles buscarão os resíduos na sua casa (de bike, já pensando num menor impacto ambiental), e esse material seguirá para a composteira mais próxima. Bônus: no final do mês você escolhe ganhar uma mudinha, o composto ou doar para um agricultor parceiro. E o aviso importante: os melhores preços são para os planos coletivos. Pois cuidar do planeta é assim, cada um pode fazer a sua parte, mas tudo fica ainda melhor em conjunto.

Em São Paulo, o Instituto Guandu, criado pela Fernanda Danelon, presta consultoria a empreendimentos gastronômicos, como restaurantes, hotéis e até empresas com refeitórios internos para que não desperdicem comida. Ela cuida dos resíduos orgânicos e fomenta a agricultura urbana. Em Belo Horizonte, a Minas Organic também se propõe a solucionar o lixo orgânico da população e da indústria mineira. Sabe de mais alguma? Compartilha com a gente! :)

Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.