As marcas e os canudos descartáveis

As marcas e os canudos descartáveis

Publicado em:
27/2/2019
No items found.

No meio do ano passado, os cariocas deram um show quando fizeram pressão ao prefeito Marcelo Crivella, pedindo a proibição dos canudos plásticos descartáveis na Cidade Maravilhosa. Muitas cidades começaram a aderir ao movimento e hoje já são mais de 20 pelo Brasil que se recusam a contribuir com os perigos dos canudinhos. É claro que ainda temos um caminho bem longo pra gente chegar na situação ideal, sem descartáveis, com reciclagem e conscientização ambiental da população, mas precisamos começar de algum lugar.

E a parte mais bacana do processo é justamente observar as grandes marcas pegando carona no assunto. É importante ficar de olho, já que muitas delas pegam mesmo é carona e exercem o famoso Green Washing, e é por isso que a conscientização por todos e de todos é fundamental.

Ilustração por Qitiji

A marca mais rápida foi, sem dúvida, a rede de fast food Bob's, que ofereceu um canudo de biscoito pros milkshakes que são muito consumidos pela galera. A rede anunciou que quer levar a ideia pra todas as lojas do Brasil, não só pras cidades que proibiram os canudos plásticos. O Burguer King também anunciou que não vai mais usar canudos de plástico, apenas de papel, e que o cliente só vai receber a tampa plástica da bebida se pedir ao atendente. O Mc Donald's também entrou nessa onda.

Esse ano, a Nescau anunciou que vai comercializar embalagens sem canudo e com canudo de papel, além de abrir um edital de inovação, que recebe ideias dos consumidores de como abolir, de uma vez por todas, os canudos plásticos dos achocolatados.

O Starbucks também decidiu eliminar todos os canudinhos até 2020 em todas as 28 mil lojas pelo mundo e o Cinermark no Rio.

Fora do Brasil, a Disney também deu um show quando afirmou que vai dar fim aos canudinhos dos parques até metade de 2019. Essa decisão vai evitar o consumo de 175 milhões de canudos e também de 13 milhões de palitinhos-misturadores de plástico, que também serão eliminados, assim como os palitos de sorvete que não forem de madeira.

E tá valendo?

O reflexo de todas essas decisões é, certamente, o grande debate que tá rolando pelo Brasil e mundo a fora. É a prova de que a troca sobre os problemas do plástico, a informação e o trabalho de formiguinha de recusar um canudo aqui e ali funciona. Quando a lei no Rio começou a dar sinais de aprovação, também rolava nos "bastidores" uma campanha linda, inspirada na gringa Stop Sucking, o Pare de Chupar:

A proibição dos canudos trouxe outros problemas, como a disseminação errada do conceito de canudos biodegradáveis e um maior consumo de copos descartáveis. Mas ainda assim, consideramos um estopim importante, que colocou a sustentabilidade em um patamar inédito, bacana e cada vez mais natural. Porque o que precisamos entender é que o meio ambiente não tá desconectado da nossa rotina, do nosso ativismo e da nossa vida. Ele é parte e é o todo! 

O trabalho continua e estamos aqui pra isso. Vamos juntos?

Menos 1 Lixo
Por:
topo
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.