Tóxico é a palavra de 2018

Publicado em:
21/12/2018
No items found.

Todos os anos, o departamento da Universidade de Oxford destaca a palavra do ano pra língua inglesa. A ideia é representar o clima e os conceitos do ano em uma palavra e sugerir uma reflexão sobre ela. Em 2013, por exemplo, a palavra foi selfie. Em 2016, pós-verdade e ano passado foi um termo que celebra as mudanças políticas, sociais e culturais promovidas pelas atitudes dos jovens, youthquake.

E em 2018, a palavra foi... tóxico.

A gente não tem dúvida que ela contempla demais o ano que passou e é fundamental que nós, juntos, possamos refletir sobre e tomar atitudes pra que ela não faça parte do nosso 2019. Não com tanta força. Nós exercemos o tóxico nas nossas relações pessoais e materiais, na nossa alimentação e, claro, com o meio ambiente. O Nexo contou que a palavra também abraça o movimento #MeToo, protagonizado pelas mulheres contra o assédio de homens que insistem na masculinidade tóxica. A ideia, a princípio, era escolher essa dupla de palavras como a premiada de 2018, mas o grupo entendeu que estamos nos relacionando de forma tóxica com tudo, especialmente com o planeta.

A nossa postura a respeito da alimentação com agrotóxicos, nossa relação de consumo desenfreado em uma sociedade tóxica, em que ter likes e ter o look da semana é o mais importante do que a conexão com as pessoas, o nosso consumo massivo de plásticos descartáveis, tóxicos, ignorando o nosso impacto nocivo pro planeta e pros animais. Nossa postura tóxica diante de tantas situações tóxicas sem tomar qualquer atitude... somos uma sociedade intoxicada.

E é triste reconhecer a escolha certeira da Universidade de Oxford pra 2018.

Mas levanta a cabeça! Esse é um sintoma, mas que tem muita cura com mais amor, mais gentileza, mais comunidade. Vamos juntos mudar esse panorama pra 2019.

Afinal, temos um mundo pra transformar. :)

Menos 1 Lixo
Por:
topo
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.