Reciclável x Reciclado | caixas de pizza

14/12/2017

Papel é super reciclável, mas nós já falamos sobre como isso pode ser uma cilada na semana passada aqui. As pizzas que pedimos pelo delivery são embaladas em papelão e ele é bastante reciclável. Mas as caixas de pizza não. Vamos falar sobre isso? Pizzas são deliciosas, mas super gordurosas. Já reparou como a caixa fica toda engordurada do óleo, do queijo, do bacon… Às vezes quando a pizza acaba, ficam vários restinhos de condimentos pela caixa e óleo, muito óleo. Tudo isso gruda no papelão e é aí que a coisa desanda. Durante a reciclagem, o papel descartado é misturado com água criando uma pasta que depois de seca vira papel de novo. Mas a água não se mistura com o óleo, lembra das aulas de química na escola? Então, toda a gordura que grudou na caixa de pizza impede a produção dessa pasta e, então, inutiliza ela pra reciclagem.

Claro que você não vai eliminar a pizza da sua vida, ainda que a gente te indique a fazer pizzas caseiras que ficam muito mais gostosas e não geram esse lixo. Mas dá pra colocar na coleta seletiva a parte não manchada da embalagem, como a tampa, que geralmente não agrega o óleo da pizza. Aquele pedacinho de plástico que vem separando a pizza da caixa também não é reciclado, tá? Na maioria das vezes, não dá pra identificar com facilidade o tipo do material e ele vira lixo, sem chance de reciclagem. Existe ainda o problema de você jogar a caixa de papelão de pizza no lixo para papel: ela vai contaminar tudo que encostar de gordura inutilizando mais material reciclável. Isso vale pra todas as embalagens que entram em contato com comida, desde isopor até as marmitinhas de alumínio. A gordura impregna no material e ele automaticamente vira um lixo não reciclado. Reparou como não é tão simplista assim que tudo que é reciclável é reciclado, né? Muitos materiais que tem alto potencial de reciclagem não são porque existem muitos outros fatores que podem ou não permitir que o processo seja feito. O lance é reduzir e se conscientizar. E continuar separando, porque mesmo o que pode ser reciclado de boa, muitas vezes não é porque as pessoas ainda não separam seus lixos. Claro que pedir uma pizza vez ou outra é legal, mas por que não separar a parte do papelão limpo e gerar cada vez menos 1 lixo?

Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.