Brownie do Luiz e a Recicleta

Brownie do Luiz e a Recicleta

Publicado em:
20/1/2015
No items found.

A turma do Brownie do Luiz lançou uma novidade: a Recicleta, fábrica móvel de reciclagem de embalagens usadas. No Rio, o Brownie do Luiz é febre desde que foi criado por Luiz Quinderé, quando ele ainda estava no 1˚ ano do Ensino Médio, em 2005. Mas ser  o brownie mais gostoso da cidade não é suficiente para este empreendedor de 25 anos:  ele também incentiva a economia criativa e ações sustentáveis. O maior sucesso da marca é o Veneno da Lata. As bordas de brownie nos tabuleiros não eram aproveitadas e iam direto para o lixo. Luiz juntou essas sobras, botou em latas de achocolatado reutilizadas e, pronto, assim nascia o carro-chefe do negócio. Menos 2 lixos de uma vez só. Agora surgiu a Recicleta. É o seguinte: na empresa, eles reutilizam o máximo de coisas que eles podem e até aí tudo certo. Mas e as embalagens que vão para a casa de quem compra a lata? Com a fábrica de reciclagem móvel, a ideia é transformar lixo em produto, processando e derretendo as embalagens que os clientes retornarem para a loja. Com esse material derretido, eles vão criar uma moeda especial, que poderá ser trocada por experiências e produtos únicos, como aulas de ioga, vantagens em restaurantes e muito mais. Dessa forma, os meninos serão capazes de mostrar o valor que há no lixo. [embed]http://vimeo.com/116288374[/embed] De acordo com Guilherme Lito, sócio do Brownie há dois anos, o projeto surgiu depois de muito trabalho em parceria com a MateriaBrasil — empresa focada em inovação para sustentabilidade — para dar utilidade aos resíduos da fábrica. Procurando referências para uma nova forma de reutilização, eles descobriram as pequenas recicladoras móveis. O plano acabou morrendo, até que há pouco tempo, em conversa com o pessoal da Zebu, surgiu a ideia de trabalhar com a logística reversa: "Incentivar o público para ter o lixo de volta e aprender a transformar os resíduos em produtos". Além disso, eles poderão realizar ações como visitas da máquina a escolas - o projeto abre novas possibilidades de inovação social e educação. Para viabilizar a máquina, os meninos estão captando investimentos em parceria com a Benfeitoria. Se tudo der certo, em um segundo momento, eles pretendem desenvolver peças de encaixe feitas do próprio lixo, transformando embalagens usadas em qualquer objeto que você consiga montar, como o lego! São dezenas de milhares de embalagens indo todo mês para um lugar desconhecido, mas que o Brownie do Luiz e outras seis empresas com sustentabilidade no DNA querem transformar em algo muito melhor para o planeta. A sua participação é importante para a Recicleta sair do papel.

 

Até agora, 25%  do necessário foi arrecadado, em 1/4 do tempo planejado, e temos até o dia 13/03 para alcançar a quantia. Se tudo der certo, Lito nos contou que a máquina deve começar a funcionar no final de março ou antes, já que eles querem recompensar os clientes e colaboradores o quanto antes. Então, mãos à obra! Liga pra sua mãe, seu pai, tio, chama os amigos e faz aquela vaquinha!

   

Menos 1 Lixo
Por:
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.