Você ainda joga cascas e sementes no lixo?

Você ainda joga cascas e sementes no lixo?

Publicado em:
20/2/2019
No items found.

Você joga as cascas, os ramos e as sementes de legumes, frutas e temperos no lixo? Já parou pra pensar no valor nutritivo deles e como se desperdiçauma boa parte dos alimentos nesse processo? As partes entendidas como “não convencionais” deveriam estar no prato e não fora dele. Lembra quando você era pequeninhx e as professoras da escola falavam que o legal mesmo era fazer bolo da casca da banana?

Há muito, muito, muito tempo éramos nômades e a caça era a maior fonte de alimentação e era, claro, completamente instintiva. Depois, o ser humano se estabeleceu em territórios, desenvolvendo a agricultura e se conectando com os alimentos de outra forma: com mais atenção, desde o tempo de espera do plantio e da colheita até a distribuição dos alimentos pra sociedade que se expandia. Com a Revolução Industrial, a produção da comida passou a ser em outra escala, surgindo os industrializados e dando fim à conexão que o ser humano tinha construído com a comida. Hoje desperdiçamos boa parte do que comemos, um reflexo de todo esse processo.

Vamos pensar sobre isso? A atenção à nossa alimentação começa, claro, no pré-consumo dos alimentos, sabendo de onde vem o que você come (de preferência comprando dos pequenos produtores e investindo nos orgânicos). Depois, é fundamental observar o desperdício do dia a dia. Infelizmente, os brasileiros estão no top 10 dos que mais desperdiçam comida no mundo. E isso vai além da comida que sobra ou que estraga, mas também engloba o acúmulo de lixo orgânico das partes que pensamos que não são comestíveis. E jogar no lixo algo extremamente nutritivo… isso não é nada sustentável, né?

A casca do abacaxi, por exemplo, tem 38% mais vitamina C do que a própria fruta. A da banana, 106% mais potássio e o talo da salsinha tem 181% mais fibras do que o próprio tempero. Sabe aquela semente de abóbora bem torradinha? 100g oferecem todo o zinco que (geralmente) uma pessoa precisa ingerir por dia.

Aproveitar integralmente os alimentos é um ato de sustentabilidade, economia e amor à nossa saúde e à do planeta. Além da variação que isso permite pro seu cardápio, claro!

Também é importante pensar no pós-consumo: comida não pode ir pro lixo comum! Sempre vai sobrar um resíduo orgânico e a compostagem é a melhor solução, porque “recicla” esse resíduo e transforma ele em um poderoso fertilizante natural. Quando você começa o processo de compostar o que sobra, fica impressionadx com a quantidade de resíduo que não é lixo e pode ser reaproveitado.

Quando falamos de sustentabilidade, o que vem à sua cabeça? Poluição, yoga, economia de luz e água, reciclagem de lixo… E a alimentação? Ela entra nessa conta? Pensar nos alimentos através do seu aproveitamento integral nem sempre é fácil, mas é fundamental pra desenvolver um consumo consciente e sustentável do que comemos. Vamos juntxs?

Menos 1 Lixo
Por:
fundo
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.