Cowspiracy: tudo o que você deveria saber antes de comer carne de novo

30/9/2015

A gente já falou por aqui sobre o movimento Segunda sem Carne, criado para incentivar as pessoas a comerem menos carne, começando pela segunda feira, quando deveriam comer refeições vegetarianas. A causa do movimento é a mesma que levou o cineasta Kip Andersen a produzir o documentário Cowspiracy, após ter contato com os relatórios oficiais da ONU sobre os impactos da pecuária no meio ambiente.

Ele ficou intrigado pelo fato de que tão poucas ONGs ambientalistas comentam sobre o assunto ou fazem algo a respeito. De acordo com o que ele descobriu nos relatórios, e que já falamos por aqui, a criação de gado é uma das maiores causas dos problemas ambientais.

O documentário mostra a saga de Kip em busca de respostas e verdades acerca do nebuloso mercado da pecuária no mundo. Durante 1 ano, ele visitou as sedes das principais ONGs ambientalistas ao redor do planeta e tentou descobrir por que elas não tratam do assunto. Durante o filme, faz várias entrevistas impactantes com diretores das organizações e até representantes do governo. Junto com as personalidades importantes nesse meio, o diretor mostra algumas estatísticas bem desesperadoras em relação à pecuária. E o pior é que boa parte dos dados exibidos refere-se ao Brasil, porque temos o maior rebanho comercial do mundo. Para exemplificar, a exploração desses animais é 90% da causa do desmatamento da Amazônia.

Para saber como apoiar a causa, siga o link

No filme, ONGs importantes como Greenpeace, WWF e Amazon Watch são bastante questionadas, já que colocam todo mundo contra a parede. Os dados apresentados não são inéditos e, mesmo assim, ainda são desconhecidos da grande maioria da população: as áreas pecuárias são um dos setores que tem maior gasto excessivo de água e principalmente, é o que mais emite gases que aumentam o efeito estufa e destroem a camada de ozônio, como já falamos aqui. Os 70 bilhões de animais criados para abate por ano no mundo formam uma indústria milionária e responsável ela emissão de 32 bilhões de toneladas de CO2 por ano, o equivalente a 51% da emissão total do planeta.O documentário acabou de ser lançado nos Estados Unidos e tem causado grande comoção por lá.

Vários diretores ligados à causa animal elogiaram muito a forma como o filme retratou a realidade sobre a pecuária. Sugestão imperdível para o fim de semana e para a mudança de hábitos na vida! Já tá no Netflix! Antes, confira o trailer abaixo: 

 
Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.