Uma iniciativa parananese pro pós consumo das embalagens

25/7/2018

O Paraná é um dos estados com a maior taxa de reciclagem do Brasil, mas Curitiba ainda recicla menos de 6% dos seus resíduos. A reciclagem é uma alternativa extremamente importante do pós consumo, mas ainda é insuficiente por aqui e se trata de um mecanismo muito mais complexo do que parece.

Ainda bem que existe muita gente bacana pensando nisso tudo. O InPAR (Instituto Paraense de Reciclagem) foca nas empresas do Paraná, conscientizando a galera do descarte das suas embalagens, da importância de entender o pós consumo dos seus produtos e de colocar em prática a Logística Reversa. O Instituto foi criado por seis sindicatos industriais do setor alimentício da região. A ideia é tirar o estigma de que as empresas e indústrias são sempre os vilões do descarte incorreto e provar que dá pra produzir e pensar no meio ambiente, sim!

 O InPAR promove algumas ações com as cooperativas de catadores e empresas de reciclagem do Paraná. O objetivo do Instituto é além de destinar corretamente os produtos no pós consumo, também desenvolver projetos de diminuição da geração de resíduos da indústria paranaense. Quase todas as empresas associadas ao projeto são do ramo alimentício (café, carnes, trigo, massas, biscoitos, balas, etc.), que são as que geram lixo plástico pra caramba. Todas elas são parte da solução e o foco tá por aí, trabalhando pra desenvolver uma consciência ambiental mais coerente com a saúde do planeta.E o recolhimento das embalagens de pós consumo vai direto pra reciclagem. 

É super importante conhecermos projetos que viabilizem soluções para o plástico produzido em seus próprios produtos. E também precisamos fazer a nossa parte, claro!  O consumidor é o elo mais importante pra que o projeto funcione.

 Como? Através da coleta seletiva. É fundamental exercer os nossos deveres de separar o lixo dentro de casa da maneira correta. Mas o InPAR se preocupa com esse retorno e busca sensibilizar os consumidores paranaenses nesse sentido, alem de investir em associações de catadores. Cerca de 30 a 40% dos resíduos que são destinados a essas associações não são reaproveitamos e o InPAR quer resolver também essa questão.

Você conhece algum projeto semelhante perto de você? Conta pra gente! Vamos distribuir iniciativas que pensam na solução dos nossos resíduos e, claro, vamos fazer a nossa parte, sempre! 

Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.