Projeto Tamar

Publicado em:
15/2/2019
No items found.

Fomos convidados pela Nestlé pra conhecer o projeto de parceria entre o Nescau e o Tamar. E tivemos a honra de receber um tour guiado do projeto pelo biólogo Mazinho, que nos contou sobre a importância das tartarugas pro ecossistema marinho e da preservação proposta pela organização, que já alcança 26 estados do Brasil.

Por aqui, temos a ocorrência de 5 das 7 espécies que existem no mundo: tartaruga-verde, oliva, pente, cabeçuda e de couro. Essa última, é a maior tartaruga-marinha do mundo, medindo até 2 metros e pesando até 900kg. Ela consegue mergulhar até 1000 metros de profundidade e come 20kg de águas-vivas por dia! Foi aí que eu fiquei pensando: se é comum a confusão das sacolas plásticas com águas-vivas, imagina como não sofrem todas elas com o consumo irresponsável e desenfreado de plástico descartável, já que só no Brasil, consumimos 1,5 milhão de sacolas de plástico por hora. Estima-se que 1 em cada 3 tartarugas já ingeriu plástico :(

Réplica da tartaruga de couro

Ilhas oceânicas são as áreas de desova.

De setembro a março, as tartarugas marinhas desovam nas praias e o Projeto Tamar acompanha e monitora a preservação dos ninhos. É bacana perceber como o projeto agrega os pescadores da região, já que os biólogos contam com a experiência e o conhecimento de quem chegou bem antes do Tamar na região.

A natureza mostra toda a sua perfeição no momento da desova: as fêmeas procuram as praias mais desertas e escuras, cavam um ninho e despejam os ovinhos: são 120 ovos, em média. Depois de disfarçar o ninho na areia pra evitar o ataque de possíveis predadores, ela volta pro mar e as tartaruguinhas ficam encubadas de 45 a 60 dias. Quando isso acontece, elas sentem o cheiro do mar e vão em direção a ele.

O Tamar faz plantão nesse período, pra entender se os ninhos estão em áreas ameaçadas pelos humanos. Mazinho contou que antigamente, 97% dos ninhos eram transferidos para incubadora do Tamar e que hoje já acontece uma inversão: apenas 3% deles precisam de cuidados do projeto.

E no final ainda fomos presenteador com a soltura de uma tartaruga adulta que ficou 3 meses em recuperação depois de ter sido machucada por uma rede de pesca fantasma e de tartaruguinhas bebês! :)

tartaruguinha albina :)
Nina Marcucci
Por:
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.