Insecta Shoes: sapatos lindos, exclusivos e veganos

Publicado em:
8/7/2015
No items found.

Quem é louco por sapato normalmente sonha em ter um modelo exclusivo, lindo, pra chamar de seu. Agora imagina se esse sapato, ainda por cima, for totalmente vegano, ou seja, sem material de origem animal, feito com reaproveitamento de roupas usadas escolhidas a dedo e artesanalmente? É muita coisa boa, né? Esse é o trabalho da Insecta Shoes. A Insecta nasceu do encontro entre Pam Magpali e Bárbara Mattivy. Pam, formada em moda, trabalhava com sapato e sustentabilidade. Babi, administradora, atuava com roupas vintage como consciência e consumo. Após a parceria das duas, nasceu a marca do besourinho, que hoje conta também, com Laura Madalosso.

“Ao idealizar o projeto, queríamos que ele fosse o mais sustentável possível, por questões pessoais; somos vegetarianas e não consumimos carne no dia a dia. Não tinha porque utilizar matéria animal nos produtos, muito menos por estética”, explica Pam, que assina o design dos produtos. Os modelos são uns mais lindos que os outros e, pelo processo como são feitos, não se repetem nunca – 80% dos tecidos escolhidos vêm de roupas usadas, garimpadas entre brechós e fornecedores. Os outros 20% são tecidos ecológicos feitos a partir da reciclagem da garrafa pet (não é incrível?). Paralelamente, tem o desenvolvimento dos modelos, que requer reflexão sobre materiais usados, processo de produção para otimização de trabalho e energia, diminuição de aviamentos, conforto, estética etc. Depois de definidos coleção, tecidos, modelos e combinações, os sapatos são produzidos em um atelier parceiro em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e depois seguem para a loja física em Porto Alegre, onde é feita a inspeção de qualidade.

No dia a dia da marca, a busca é sempre por fazer o melhor, desde trocar descobertas sobre o coletor  até a participação em feiras orgânicas. E, claro, envolver todos nesse processo a partir de workshops de alimentação vegana, hortinhas, compostagem e muita coisa boa. No escritório, não precisamos dizer que se praticam reciclagem, captação de água da chuva e iluminação com lâmpadas de LED, né? “Acredito que nossos legados são nossos exemplos, a gente não vem sozinho, é uma onda de gente legal e novas marcas com um pensamento bem mais profundo sobre  o que e como estamos consumindo, se a gente conseguir fazer algumas  pessoas pensarem e se questionarem um pouco sobre tudo  isso  que acreditamos, acho que já é um belo legado”, diz Pam. É sempre bom lembrar que comprar o que não precisa já saiu de moda. Mas agora que você conheceu esse trabalho maravilhoso, quando estiver precisando, vale conferir o resultado incrível de criatividade, design e capitalismo consciente.  

Talita Gamboa
Por:
meio
Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.