Embalagem retornável, comida natural

Embalagem retornável, comida natural

Publicado em:
4/3/2015
No items found.

Nathalie Passos estudou no Natural Gourmet Institute for Health and Culinary Arts, em Nova York, a mesma escola que Bela Gil frequentou. Decidiu ir pra lá quando, na sua faculdade do Rio, começou a se inteirar da culinária francesa. "Era muita manteiga, tudo levava muita manteiga, e percebi que não queria aquilo, queria uma comida saudável." Foi um ano de estudo e vivência nos Estados Unidos. Na escola de gastronomia, aprendeu o caminho do lixo em Nova York - da cozinha até o fim, quantos anos demorava para cada item se decompor. Era uma matéria do currículo. Também aprendeu que a compostagem é importantíssima - afeta diretamente o sabor dos alimentos.  Estagiou no Dirt Candy, restaurante vegetariano da chef premiada Amanda Cohen - "Ela me ensinou muito, quero ser que nem ela quando crescer". Se ofereceu como voluntária para trabalhar em feiras orgânicas da cidade - a maior é a da Union Square, aos sábados. Aí ficou sabendo dos produtores locais, da origem de cada produto. Batia papo mesmo com os caras.

MENOS1LIXO post Naturalie Bistrô 2

Dessas conversas conheceu um fornecedor de Mendocino, na Califórnia, que a chamou para estagiar no eco-hotel Stanford Inn. "Lá eu pude fazer o que eu queria, no Ravens Restaurant. Tive muita liberdade para criar, aprendi sobre horta, sobre cultivo. Foi uma superexperiência". Aí Nathalie voltou pro Brasil. No início do ano abriu o  Naturalie Bistrô, num casarão antigo em Botafogo, no Rio.  Seguindo os preceitos da comida orgânica, saudável, gostosa, responsável ambientalmente, a chef de 22 anos põe em prática tudo o que vivenciou: manteiga, só ghee; não usa leite de vaca, só de cabra; todos os alimentos são orgânicos; tudo é integral, nada é refinado e por aí vai.

O menu, não precisamos nem dizer, é maravilhoso. Lasanha de abobrinha, feijoada veggie, hambúrguer com triguilho, tudo bom. Ah, e tem a granola feita na casa, sem corantes, e a embalagem, de vidro, é retornável: você só paga o refil depois da primeira compra. - Eu quero botar em prática essa filosofia que eu prego, da comida orgânica, da não agressão ao meio ambiente. Todos os móveis daqui do restaurante eu tinha em casa, não comprei nada. Procuro diminuir a quantidade de plástico na cozinha, de saquinhos descartáveis, do desperdício. Lixo é uma questão que eu quero resolver melhor, reciclar aqui, mas tem muito entrave burocrático - conta Nathalie. Nathalie,  o Menos 1 Lixo te dá a maior força.  

Carolina Isabel Novaes
Por:
Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.