Chicletes | Pequenos Lixos, Grandes Problemas

8/10/2018

Você gosta de mascar chiclete? Tudo indica que esse é um costume beeeeem antigo, lá da época dos gregos e também lá dos tempos dos maias e astecas, que mascavam o látex do sapotizeiro. Mas não era exatamente o que a gente entende como o chiclete hoje, que começou a ser comercializado na década de 1870, quando Thomas Adams, um inventor norte-americano, produziu chicletes em formato de bolinhas com extrato de alcaçuz, com um cheirinho e gosto mais doces. E o nome que a gente conhece vem justamente da marca dele, a Chiclets.

No século seguinte, a fabricação natural do chiclete foi substituída por polímeros derivados do petróleo, pra baratear a produção. Com a evolução da ciência, os chicletes passaram a ter opções sem açúcar, por causa das cáries e alguns até estimulam a produção da saliva. Só o fato dele ser produzido com algo derivado do petróleo já dá pra entender porque prejudica o meio ambiente, certo? Mas vamos lá. Quantos chicletes você já encontrou nas calçadas, no transporte público, em banco de praça, na sola do seu sapato? Muitos passarinhos e aves acham que o chiclete é alimento e morrem asfixiados ou por inanição. Os cachorros e gatos também podem comer sem querer, né? Quando descartados no mar ou nos rios, eles ainda prejudicam os ecossistemas marinhos, já que demoram 5 anos pra sumir na natureza.

Bom, além disso tudo, as embalagens do chiclete por si só já são um problema, né? Quase sempre feitas de plástico e quando não, você joga nas lixeiras da coleta seletiva?

Só no Brasil, consumimos 18 milhões de gomas de mascar diariamente. Somos o terceiro país do mundo nesse consumo e produzimos 57 mil toneladas por ano. Ficamos atrás dos EUA, que produz 224 mil toneladas e da China, que produz 148 mil.

E a gente entra naquela reflexão: vale a pena?





Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.