As mil e uma formas de compostar

4/9/2016

Já se sabe que a maior parte do resíduo gerado em casa, cerca de 80%, é orgânico. E isso é péssimo por dois motivos: o primeiro é que estamos falando de comida, alimento que por algum motivo vem sendo desperdiçado. A outra razão que faz esse número ter um impacto muito negativo, é que boa parte da população não faz compostagem doméstica, e ao invés de transformar o resíduo em adubo de forma fácil e prática, acaba contribuindo com as toneladas de resíduos orgânicos que lotam os aterros sanitários do país (e que em sua decomposição geram gás de metano, cerca de 20 vezes mais poluente que CO2).

Compostar é uma das formas mais acessíveis de transformar e dar vida ao que viraria lixo. Com alguns caixotes de plástico, um pouco de terra, algumas minhocas e serragem ou folhas secas, você consegue, dentro da sua casa, reduzir a poluição e consequentemente o desperdício. Já que o fato de você estar em contato com os excessos cometidos, faz você repensar os seus hábitos. E isso inclui a aproveitamento integral dos alimentos. Pensando nisso, reunimos abaixo formas e dicas que mostramos aqui no site. Não tem desculpas! Pra quem acha que segunda é um bom dia pra começar dieta, vai descobrir que é melhor ainda pra começar compostagem. Aliás, todo dia é! :) 1- Pra quem quer fazer em casa Há um bom tempo, em uma parceria Menos 1 Lixo e Morada da Floresta, a Fe Cortez recebeu sua composteira e deu início a um novo ciclo na vida. Entre tantas mudanças de hábito que ela já contou aqui, essa foi uma marcante. Tão importante que resolvemos transformar a crônica em vídeo, acrescentando os detalhes do dia a dia e tirando muitas dúvidas que você, leitor, ainda nos enviava. Confere aí!

 

2- Pra quem não tem espaço em casa Entendemos que espaço é algo relativo, e mesmo que muitas pessoas tenham vontade de compostar, nem sempre contam com espaço ou tempo para lidar com a terra, com as minhocas, com a busca da serragem e tudo mais (apesar de ser quase uma terapia). Sendo assim, sugerimos 1 baldinho! :)

‍(Foto: Ciclo Orgânico)

Pra quem não conhece o trabalho do Ciclo Orgânico, o serviço deles é basicamente para localidades do Rio e funciona mais ou menos assim: você separa o lixo orgânico no “baldinho mágico”, cedido por eles que, semanalmente buscarão os resíduos na sua casa (de bike, já pensando num menor impacto ambiental), e esse material seguirá para a composteira mais próxima. Bônus: no final do mês você escolhe ganhar uma mudinha, o composto, ou doar para um agricultor parceiro. E o aviso importante: os melhores preços são para os planos coletivos. Chama o vizinho, a família e quem quiser, pra um resultado lindo desse, seu único trabalho é: separar os resíduos orgânicos.

3- Empresas Pra fechar o ciclo, vale levar isso pro seu trabalho, né? No lançamento do nosso Copo Oficial, uma celebração Lixo Zero, tivemos um trabalho conjunto com o pessoal da VideVerde Compostagem. Uma empresa  com o objetivo de dar uma destinação ambientalmente correta, em especial para os resíduos orgânicos.

 

O Rio de Janeiro produz por dia 9000 toneladas de resíduo orgânico, nós da VideVerde recolhemos por mês 1200 toneladas desse resíduo orgânico. Analisando esses números percebe-se que ainda há muito lixo sendo encaminhado para aterros sanitários e lixões, os grandes responsáveis pela contaminação de solos e ar. A compostagem orgânica é um processo que recicla os nutrientes e gera o adubo orgânico, importantíssimo para a fertilização natural dos solos e plantação de alimentos orgânicos de altíssima qualidade.  

Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.