Guardanapo de pano x Guardanapo de papel

20/11/2017

Você já assistiu ao segundo episódio da websérie, "Dicas da Fe Cortez", em que ela fala sobre o Kit dela do Menos 1 Lixo na Rua?

 

Um dos itens indispensáveis no Kit Menos 1 Lixo na Rua da Fe Cortez é o guardanapo de pano. Você já pensou quantas vezes por dia usa um guardanapinho de papel e joga fora? Em casa ou na rua, a gente tem o péssimo hábito de usar guardanapo de papel pra tudo. Hoje, usar o de pano é quase uma exclusividade das festas elegantes e dos momentos especiais. Por que não adequar ele ao seu dia a dia? Mas, sempre que o assunto é o guardanapo de pano, rola aquela perguntinha: a gente não usa muita água pra lavar? Não é melhor usar o de papel? A gente esclarece. Antes de tudo, precisamos pensar na produção. Os guardanapos de papel são descartáveis e, por si só, já é um bom argumento pra você abandonar esse hábito, né? Descartado depois de alguns SEGUNDOS de uso, é lixo puro. Para produzi-lo, muita matéria-prima é utilizada, da água até a celulose (extraída de árvores!). Segundo o Instituto Akatu, para produzir 1 kg de papel, 540 LITROS de água são necessários. Além disso, para 1 tonelada, são usadas de 2 a 3 toneladas de madeira. A indústria do papel é uma das que mais usam os recursos hídricos e é a quinta que consome mais energia. É legal saber que muito da produção de papel no Brasil utiliza matéria-prima de reflorestamento, mas isso não garante muita coisa, já que o processo gasta ainda outras matérias-primas fundamentais à biodiversidade da região. Também já tá rolando a adoção de novas alternativas, como os feitos de palha de cana-de-açúcar. Mas vai, ainda assim é descartável e reutilizar é bem mais interessante, né? O guardanapo de pano pode ser reutilizado quantas vezes você quiser. Serve para limpar, embalar e até pra segurar o lanche. Dá pra enxugar as mãos quando sair do banheiro, evitando ainda o uso daquelas toalhas de papel pra secar as mãos limpas e joga fora.  Os guardanapos de papel nem sempre são tão absorventes assim e às vezes a gente precisa usar vários. Além disso, eles não são reciclados!

Vamos fazer algumas contas? Se uma família de 4 pessoas janta em casa todos os dias e cada uma usa 1 guardanapo por refeição, são 1460 guardanapos de papel por ano! Claro que esse número é muito baixo, porque a gente sempre usa um pra limpar uma coisinha na mesa, no chão, leva na bolsa com a marmita…. Mas multiplica isso pela sua vizinhança. É muita coisa! Isso sem pensar na embalagem (de plástico!) e no combustível e poluição para o transporte desse produto para o supermercado. Uma camiseta de algodão, que tem em média 150g (vários guardanapinhos) são necessários 2.500 litros de água. É bastante, mas você vai usar os guardanapos de pano por muito tempo (muitos anos!) e não descartá-los. É aí que mora a nossa conscientização. Dá pra usar qualquer pedaço de tecido que você tem em casa e até cortar alguma roupa rasgada ou manchada que ainda faz um 2x1, não joga a roupa "fora" e ganha um guardanapinho. Na hora de lavar, você só coloca os guardanapinhos em uma seleção de roupas na sua máquina ou lava na mão, usando o mínimo de água possível. Os guardanapos de pano foram inventados em 1491 pelo Leonardo da Vinci e os de papel começaram a ser usados há 70 anos. E você ainda personalizar e usar sua criatividade pra uma mesa bem diferente. Bora retomar os velhos hábitos e mudar o planeta com as pequenas (grandes!) atitudes?  

Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.