A potência das mulheres na transformação pela comida

A potência das mulheres na transformação pela comida

Publicado em:
27/3/2019
No items found.

Meu público nas redes é 80% feminino. Nos meus cursos e palestras também em média 80%.

Eu não falo de veganismo apenas, faço toda a relação entre os impactos da alimentação em absolutamente tudo e todos, que não existe nada mais impactante e transformador que o que você escolhe para comer.

Normalmente as mulheres despertam primeiro pois são elas que carregam um ser em seu ventre e existe a responsabilidade em alimentar um corpinho em formação. Depois que nasce, aquele ser puro vai depender exclusivamente do que derem pra ele. De uns tempos para cá começamos a ler rótulos, nos preocupar com o que abastecemos nosso organismo.

Crianças têm nascido intolerantes à proteína animal. Estes corpinhos não estão mais aguentando tanto veneno, a evolução de nossa espécie física e espiritualmente está acontecendo de forma exponencial. Os pais por desespero em alimentar seus filhos, acabam buscando informação e mudando sua alimentação também. E as mães por terem que amamentar, acabam se transformando através do que comem também.

E então as conexões começam a acontecer.

Quando você para de inflamar seu corpo com derivados de animais, seu organismo funciona melhor, seu intestino e glândulas neurohormonais também consequentemente. Sua glândula pineal funciona melhor e começa a descalcificar. Suas conexões aumentam, sua sensibilidade fica mais aflorada, seus sentidos mais aguçados. Mulheres além de tudo, ainda são cobradas pela estética perfeita, juventude e a alimentação passa a ser determinante neste processo também.

O homem ainda tem um caminho pela frente para se desvencilhar da cultura carnista machista existente. Para muitos, comer carne é sinônimo de virilidade, força. Isto está mudando, os esportistas veganos estão dominando os esportes de resistência e força. O campeão de halterofilismo nas olimpíadas de 2016 era vegano, maratonas, bodybuilderes, boxeadores veganos campeões. Porém, o Brasil é um país do terceiro mundo e um dos maiores produtor de carnes, está entranhado na cultura e a indústria vai insistir para que assim permaneça. Mas uma pessoa inteligente, com acesso à informação e bom coração, vai questionar e começar a mudar seus hábitos.

Não existe outro caminho, o Planeta não comporta mais.

As pessoas nunca estiveram tão doentes, 70% das doenças modernas são causadas pela alimentação.

A pecuária é responsável por 90% do desmatamento, poluição, gasto de água.

Estão surgindo alternativas. Investimentos bilionários estão sendo feitos em pesquisa e desenvolvimento de alternativas de alimentos à base de plantas. Mas a alternativa mais rápida, fácil e consciente é: mudar os hábitos. E nisso as mulheres saem na frente. Pelo fato de gerarem um ser em seu próprio corpo, a consciência desperta mais naturalmente. E conseguem mais facilmente se conectar a uma fêmea animal que dá a luz e é separada de seu filho pela indústria do leite, ovos, etc.

A comida é o agente mais transformador que existe. A única escolha que só você pode fazer e que vai determinar absolutamente tudo. A comida de um povo determina cultura, sociedade, economia, política. Basta ir a um mercado público quando você chega a um país novo e lá verá refletidos todos os hábitos de um povo.

Se as mulheres estão à frente desta mudança, são elas que vão revolucionar este Planeta rumo à nova Era.

Alana é autora do livro e apresentadora do Diário de uma Vegana e de uma das maiores plataforma de veganismo do Brasil, The Veggie Voice
Alana Rox
Por:
fundo
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.