A parceria linda com o BrBio

Publicado em:
22/3/2019
No items found.

Em 2019, queremos estreitar laços com parceiros e unir vozes para que possamos disseminar, cada dia mais, os valores do movimento. Nos reunimos com as meninas maravilhosas do BrBio e fechamos uma editoria mensal cheia de objetivos e sonhos pra esse ano e pro futuro pra potencializar a ciência e comunicação do Instituto com o alcance do movimento e melhorarmos o mundo.

O Instituto Brasileiro de Biodiversidade (BrBio) abraça um conjunto de profissionais interessados em contribuir para a proteção e conservação do meio ambiente pela promoção e implementação de projetos de pesquisas aplicadas ao desenvolvimento sustentável. O grande lance do BrBio é chamar atenção de uma galera da sociedade e buscar, através dessa integração, soluções capazes de minimizar problemas ambientais e de conservar a nossa biodiversidade, transformando cada indivíduo em um agente de multiplicação de conhecimento científico.

Ilustração por Katie Rewse

E isso tudo é super importante, porque o Brasil é o país com a maior biodiversidade do mundo e, como diz a Simone Oigman Pszczol, diretora executiva do Instituto, “só se conserva aquilo que se conhece”. Por isso, precisamos demais dessa ponte entre a academia e nós, aqui, sociedade.

O BrBio tem 4 projetos em andamento: O Projeto Ecorais, Coral-Sol, Restinga Viva e o Programa de Educação Pegada Ambiental. Vamos falar um pouquinho de dois deles só pra deixar você com água na boca pra essa parceria que vem por aí, tá?

CORAL-SOL, A BELEZA FATAL

Você sabe o que são espécies invasoras? As meninas do BrBio contaram pra gente que existem, pelo menos, nove delas aqui no Brasil e duas delas são conhecidas como coral-sol. Ele foi encontrado pela primeira vez no Brasil no final dos anos 1980 e veio incrustado em plataformas de petróleo. Eles são lindos (afinal são corais!), mas se reproduzem muito rápido e, como não são nativos, não têm predador por aqui. E, claro, que interferem pra caramba nos diferentes ecossistemas marinhos, já que prejudicam corais nativos, peixes e outros animais marinhos que vivem por perto. O caso é sério!

O Projeto Coral-Sol começou sua atuação em Ilha Grande, onde o coral-sol dominou a região: em 2000 foram registrados 30 locais com os bioinvasores, em 2011, foram 78 e em 2018? Em breve, teremos os novos resultados do Projeto!

O BrBio desenvolve ações de monitoramento desta espécie invasora, o manejo e recuperação ambiental da região e pesquisas sobre o tema. E conta com biólogos marinhos parceiros, que retiram o coral-sol dos costões rochosos, preservando e recuperando a região. Depois, os esqueletos são destinados ao desenvolvimento de produtos para farmacologia, biotecnologia, agricultura e para artesanato e já foram protagonistas em uma coleção da Osklen, em parceria com o Instituto, criando colares e gargantilhas bem estilosas.

O assunto é importante e ainda pouco debatido, mas essa parceria vai trazer luz para esse problema tão presente na costa brasileira, pra gente conversar sobre como evitar os bioinvasores e a beleza fatal do coral-sol.

PROJETO ECORAIS

Se você já foi a Búzios, certamente se apaixonou! É um dos top 5 dos destinos turísticos do Brasil e recebe gente do mundo todo o ano inteiro. E o que quase ninguém sabe é que a cidade abriga um oásis coralíneo, ou seja, uma formação única de corais. E o BrBio também atua nessa região, realizando pesquisa, mobilização e engajamento através de campanhas de educação ambiental e comunicação, ministrando também cursos pros professores da cidade - conhecer para conservar, lembra?

Foi bacana ouvir as meninas do Instituto, quando falaram que é preciso envolver a comunidade inteira, desde a rede hoteleira até os pescadores. Todo mundo é responsável pelo meio ambiente. A Simone contou que, em 2000, o que mais se encontrava nas praias de Búzios eram bitucas de cigarro e que hoje são canudinhos plásticos.

Tudo tá conectado! E fechar uma parceria linda com um Instituto tão comprometido com a preservação da nossa tão cara biodiversidade é um valor importante pra gente como movimento. Queremos espalhar, cada dia mais, a mensagem da sustentabilidade e não conseguimos sozinhas. Vamos juntas?

Menos 1 Lixo
Por:
meio
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.