Filme | O homem que plantou uma floresta maior que o Central Park

Filme | O homem que plantou uma floresta maior que o Central Park

Publicado em:
9/4/2015
No items found.

Jadav Payeng. Esse é o nome do homem que, em 40 anos, plantou uma floresta maior que o Central Park de Nova York. Essa floresta fica na  Ilha de Majuli, Índia.

A ilha sofre desde 1917 um processo intenso de erosão; já perdeu metade da sua extensão territorial - ela é invadida pelo rio  Brahmaputra. Segundo técnicos de solo, a região pode ser tomada completamente pelas águas em 15 ou 20 anos. O documentário Forest Man conta a história de Jadav Payeng, morador de Majuli que desde 1979, quando ele ainda era criança,  planta árvores ali. Em 2009, o jornalista Juti Kalita, que costumava navegar pelo rio Brahmaputra para tirar fotos de animais nativos, viu uma densa e gigantesca floresta em meio a uma terra inóspita - de acordo com pesquisadores, a floresta de Jadav tem algo em torno de 550 hectares. O Central Park tem 341 hectares. Kalita, então, resolveu narrar a trajetória de Jadav.

Jadav ficou conhecido na Índia. Chegou até ser nomeado o “Homem da Floresta da Índia” pelo presidente  A.P.J Abdul Kalam. Mas o forest man diz que quando as árvores começaram a crescer bem, ficou mais difícil proteger a floresta: as pessoas passaram a querer se aproveitar da riqueza nela guardada. “Não há monstros na natureza, exceto os humanos. Eles consomem tudo até não sobrar nada! Nada está a salvo dos humanos, nem tigres ou elefantes”, declarou. Apesar de tudo, o indiano conseguiu evitar que derrubassem seu trabalho de anos. Hoje lá se encontram animais como rinocerontes, tigres, veados, elefantes, e até há planos que vislumbram interesses econômicos, sem abrir mão da sustentabilidade.  A indústria de cocos pode ser ótima para a Ilha, por exemplo, porque além boa financeiramente, suas árvores, se plantadas bem firmes, podem prevenir a erosão do solo e o afundamento de Majuli.

Imagina o impacto ambiental com dez, cem, mil Jadav Payeng's espalhados pelos continentes? O mundo com certeza seria um lugar mais agradável de se viver.    

 
Guylherme Carvalho
Por:
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.