Eu testei: farinha de mandioca – opção sustentável, biodegradável e baratíssima para o pipicat do seu gato!

11/11/2015

Há dois anos entrou na minha vida uma gatinha linda, a Twiggy. Tutu, apelido carinhoso dado a ela, foi a minha primeira experiência com animais em casa, já que meus pais nunca foram muito adeptos da ideia de ter um gato ou cachorro em apê. Quando fui morar sozinha, em um dado momento, tava me sentindo meio solitária e resolvi adotar a Tutu, que nasceu da gatinha da esposa do meu primo (na época era namorada).

A Twiggy chegou lá em casa bem pequenininha, cabia na minha mão e eu, marinheira de primeira viagem, comprei todos os apetrechos que achava que seriam úteis e necessários pra ter um gato. Um desses apetrechos fundamentais é a tal da caixinha de areia. Pra quem não sabe (eu não tinha ideia até ter uma gata), gatos são muito limpinhos, mesmo, e só fazem xixi na terra, ou em apartamentos, na caixinha de areia. E essa areia tem mil opções no mercado. Já tinha visto na casa de uma amiga a tal areia de silicone, mas o cheiro dela era muito forte e parecia creolina, e a aparência azul quando o gato faz xixi não me inspirou muita sustentabilidade. Testei então a areia biodegradável, porque sustentabilidade é há muito tempo uma grande questão pra mim. Além de cara, essa areia ficava com um cheiro forte, pelo menos eu achava forte. Depois de usar um bom tempo, meu primo, Luiz Guilherme, um expert em gatos, já teve uns 15, me deu a boa: mistura farinha de mandioca na areia.   - Como vc sabe isso Luiz? - Li na embalagem! - Como assim? - A areia biodegradável é feita também com farinha. - Ahhhh!   Passei a misturar a farinha na areia biodegradável. Depois de um tempo, Luiz de novo: - Priminha, to usando só a farinha! - Jura? - Juro! - E aí? - Perfeito! Mesmo, faz o teste!   Fui lá e fiz!   E é muitoooo melhor que qualquer areia que já usei, porque não fica cheio nenhum, absolutamente nenhum! E ela dissolve na água.

Assim, o que eu faço: Uso a farinha de mandioca grossa, que troco toda semana. Quando a Tutu faz xixi ou cocô, vira aquela bolinha (quase um xixi a milanesa, rs) e eu tiro da caixinha e jogo na privada. Mas pra não entupir, claroooo, espero uma meia hora e dou descarga. Dessa forma diminuo o lixo que vai pros aterros - a farinha dissolve na água, e xixi e cocô, vão pela privada. Gasto em média R$4,00 por pacote, dura uns 10 dias, e o banheiro da Twiggy é mais ecológico (sem químicos), mais cheiroso e mais sustentável!

Quem quiser saber mais sobre a areia de madeira, o link tá aqui, lembrando que a opção mais em conta e sustentável de todas é a compra da farinha a granel. ;)      

Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Principais tópicos
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntx!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.