42% da energia produzida na Dinamarca é eólica

42% da energia produzida na Dinamarca é eólica

Publicado em:
15/2/2016
No items found.

Não é de hoje que falamos sobre as diferentes formas de geração de energia. Ontem mesmo compartilhamos um post lindo do site Pensador Anônimo sobre como construir o seu próprio painel solar - nada mais que energia limpa de forma acessível. Repensar essas formas já tem sido hábito no mundo inteiro! Desde o bairro alemão que lucra com a venda de energia solar ao primeiro parque híbrido de energia renovável aqui do Brasil, que fica logo ali, na região de São Francisco de Pernambuco. Tudo isso também foi assunto na EXPO 2015, que rolou em Milão, e teve cobertura especial da Fe Cortez, lembram? 

 

Agora que você já sabe a importância de tratarmos isso, vale relembrar que: energia limpa, não libera durante seu processo de produção ou consumo, resíduos ou gases poluentes geradores do efeito estufa e do aquecimento global – como é o caso da eólica e da solar. As fontes de energia que liberam quantidades muito baixas destes gases ou resíduos também são consideradas fontes de energia limpa. É bom saber também que, energia renovável é oriunda dos recursos naturais – vento, sol,  chuva, rios, etc. Já a não renovável, tem origem de petróleo, carvão mineral, gás natural e por aí vai.

Hora da boa notícia (amamos <3): em 2015, a Dinamarca bateu o recorde de geração de energia eólica! \o/ 42% da eletricidade produzida veio dos ventos do país. Segundo o site Planeta Sustentável, durante 60 dias do ano, algumas regiões do oeste do país foram capazes de produzir mais energia eólica do que conseguiam consumir. Em um dia de julho, com rajadas particularmente fortes, a Dinamarca produziu 140% da sua demanda elétrica só com as turbinas eólicas.

O excesso de energia foi vendido para a Alemanha, Noruega e Suécia. No dia 2 de setembro, o país operou com todas as centrais de energia desligadas, usando energia eólica, de painéis solares e de outras fontes renováveis, importadas dos vizinhos. Tudo isso foi realizado enquanto duas de suas principais fazendas eólicas estavam desligadas, devido a problemas técnicos. Se elas estivessem funcionando, o número total poderia pular de 42% para 43,5%. Ainda serão necessários alguns ajustes para que todo o processo dinamarquês ocorra perfeitamente. Mas de qualquer forma, que sirvam de exemplo para outros países, governos, projetos, e que consigam atingir a meta de 50% de energia eólica até 2020.

O planeta e o Menos 1 lixo agradecem e mandam "energias positivas"! ;)

Talita Gamboa
Por:
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

Você também pode gostar:

Vamos juntas!

Receba conteúdos, notícias, promoções e novidades do Menos 1 Lixo direto na sua caixa de entrada!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.