Startup cria pó a partir de alimentos vencidos para combater a fome

Publicado em:
2/8/2015
No items found.

Não faz muito tempo a aprovação do projeto de lei que proíbe os grandes supermercados de destruírem os alimentos que não foram vendidos, porém não tiveram o prazo de validade vencido e estão em condições de consumo. Esses alimentos deverão ser doados para instituições, ou  zonas rurais, e assim,  resultarem em ração para gado ou composto orgânico para agricultura. O projeto foi aprovado na França, mas a fome ainda domina boa parte do mundo, e isso faz muito tempo. Na tentativa de amenizar a realidade de alguns, algumas pessoas preparam quentinhas e distribuem por aí, outra parte da população faz doações para instituições, anjos como Regina Tchelly, criam o Favela orgânica e reeducam. Dessa vez, foi uma  startup sueca que criou uma tecnologia que possibilita prolongar a validade das frutas, de duas semanas, para dois anos.

Em entrevista à Exame, Yuri Gitahy, especialista em startups, explica que o termo “significava inicialmente um grupo de pessoas trabalhando com uma ideia diferente que, aparentemente, poderia fazer dinheiro. Além disso, startup sempre foi sinônimo de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento”. Pois bem, o grupo de pessoas da vez, é formado por  estudantes de pós-graduação da Suécia. A inovação? A partir da tecnologia que resseca frutas quase vencidas, faz-se um pó colorido - FoPo Food Powder - onde é mantido entre 30% e 80% do valor nutricional do alimento. Encontrado nos sabores banana, framboesa e manga, pode ser usado com iogurtes, sorvetes, bolos ou misturado com vitaminas. As frutas usadas no FoPo são compradas de agricultores e varejistas, normalmente na véspera de sua data de vencimento. Assim, os alimentos são adquiridos por um valor menor, mas que não irá gerar prejuízo para quem está vendendo - e nada vai pro lixo.

  Os donos da startup  são Kent Ngo, engenheiro mecânico, Gerald Marin e Vita Jarolimkova, especialistas em inovação alimentar. "Não queremos criar um novo produto ou tecnologia, mas criar valor a partir da ineficiência do sistema alimentar", afirmou Marin ao site Mashable. A ambição da FoPo é alimentar 9 bilhões de pessoas até 2050, reduzindo 40% do desperdício dos alimentos produzidos no planeta. O que você tem feito pra contribuir? Enquanto você espera alguém agir, tem alguém esperando sua ação. Fonte: Info Abril

M1L
Por:
topo
Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.