Entrevista |Noronha Eu Amo Eu Cuido

Entrevista |Noronha Eu Amo Eu Cuido

Publicado em:
14/4/2015
No items found.

Fernando de Noronha. Um dos lugares mais lindos do mundo, Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco - a maior parte de sua extensão territorial é parque nacional para a proteção das espécies endêmicas lá existentes. Golfinhos rotadores se reúnem diariamente lá, mergulhadores e surfistas também. E Noronha, pasme, sofre com o lixo.

Preocupada com a sustentabilidade de Noronha, Ana Cristina Cunha, formada em turismo pela Universidade Potiguar e com pós-graduação em administração, gestão financeira (FGV) e comércio exterior (Bournemouth Business School/UK),  decidiu criar com alguns amigos o Noronha Eu Amo Eu Cuido para, em suas palavras, "retribuir toda a generosidade da natureza do arquipélago, que presenteia minha alma com a mais pura energia e surpresas a cada estação." A inspiração foram projetos como Rio Eu Amo Eu Cuido e I Love New York. "Amar Noronha é fácil, a ilha transborda de tanta beleza. O que queremos é mostrar que a melhor forma de amar é cuidando", diz.

O projeto começou a ser idealizado em 2011, mas só saiu do papel em janeiro deste ano. Desde então, foram realizadas quatro ações em Noronha, uma delas o Mutirão da Limpeza, para retirar o lixo de praias e da vegetação nativa. Segundo Ana, no primeiro mutirão eles identificaram muito entulho e descarte jogado dentro da mata e nas estradas de acesso às praias, que, para nossa tristeza, provavelmente é dos moradores. O trabalho envolve principalmente a população local: Ana e sua turma incentiva todos a trabalharem como voluntários da limpeza, não só para conscientizar sobre preservação da natureza, mas para empoderar os habitantes, fortalecer a cultura. A ideia é que todos ali saibam o quão valioso é aquele pedaço de terra, o quanto eles podem se desenvolver de maneira sustentável, sem crescer demais e sem empobrecer. Muitos acham que ali não dá para fazer grandes coisas. No final do século XVIII foi construída uma prisão na Ilha, e para essa obra acontecer a maior parte da vegetação original foi cortada. O arquipélago também sofre com um problema inusitado: excesso de linhaça. Trazido para ser alimento de gado, virou uma praga.  Mas a verdade é que dá, sim, para fazer muita coisa boa. Ana, por exemplo, quer incentivar o cultivo de hortas comunitárias. Ela é incansável: firma parcerias, coopta famosos para abraçarem a causa, chama a iniciativa privada para colaborar. Bruno Gagliasso é um que já apareceu com a camiseta do Noronha Eu Amo eu Cuido. Se você for por acaso para lá semana que vem, na próxima sexta-feira, dia 24 de abril,  vai ter o Segundo Mutirão de Limpeza! Mais informações no site do Noronha Eu Amo Eu Cuido.    

   

Guylherme Carvalho
Por:
Foto do banner: The Wasted Blog
Gostou do texto?
Compartilhe nas redes sociais esse conteúdo que você acabou de ler e ajude a espalhar a mensagem!
Sobre o movimento

Em 1º de Janeiro de 2015 nascia o Menos 1 Lixo, um desafio pessoal da Fe Cortez, de produzir menos lixo e provar que atitudes individuais somadas constroem um mundo mais sustentável.

Nossas redes
Editorias
Tags em destaque

VOCê TAMBÉM PODE GOSTAR DE:

Vamos Juntas!

Assine a nossa Newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no Menos 1 Lixo!
Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.